Psicologia Clínica Fenomenológico-Existencial: filosofia e psicologia unidos para trazer conhecimento

Quando unimos os assuntos filosofia e psicologia, o normal já é pensar em Psicologia Clínica Fenomenológico-Existencial, também chamada carinhosamente de "fenô". Nessa área do conhecimento é comum pensar que tudo o que acontece com os pacientes tem um motivo, e cabe à todos descobrir essa origem para solucionar algum problema.

Estudar sobre as psicopatologias que podem afetar a vida das pessoas também fez parte da fenô. Entender o que leva a pessoa a construir a sua personalidade de tal forma e analisar o comportamento e atitudes tomadas pelo paciente são algumas das maneiras para conseguir um bom diagnóstico para a realização de um tratamento.

A filosofia e seus questionamentos sobre tudo e todos – inclusive sobre a existência – pode se tornar uma grande aliada dos psicólogos. Esse é um assunto delicado e quem trabalha nessa área deve estar bem capacitado para atender as demandas do paciente.

Já ouviu falar em psicopatologia? Essa é uma área do conhecimento que objetiva estudar os estados psíquicos relacionados ao sofrimento mental, ou seja, é uma parte da psicologia clínica que está na base da psiquiatria.

Por isso o PSICOLOG criou o curso “Tempo existencial e descoberta do mundo: a matriz heideggeriana para a compreensão dos transtornos existenciais”. A aula deve expor os pensamentos do grande filósofo alemão Martin Heidegger e aplicá-las aos contexto da psicologia fenomenológica existencial. A intenção é discutir e fazer uma ponte entre os transtornos existenciais e as repercussões dessa posição sobre a psicopatologia.

Esse curso vai acontecer na sexta-feira, dia 4 de outubro, das 18h30 às 22h30 na sede do PSICOLOG, e vai servir como um teste drive sobre como são as aulas da especialização em Psicologia Clínica Fenomenológico-Existencial, curso que está com as inscrições abertas.

Para os interessados que o investimento é de R$159 e esse valor pode ser parcelado. As inscrições podem ser realizadas no site do PSICOLOG.