As políticas de saúde mental: o motivo de sua importância na sociedade

O mundo de hoje está em constante atualização. Algo que estava em foco há um mês já é obsoleto atualmente. Por isso, mudanças em todos os lados acontecem sempre, na tentativa de acompanhar a mudança do mundo com atitudes que podem ou não fazer o mundo melhor para se viver.

Políticas públicas são obrigações que o governo deve cumprir a fim de resolver problemas ligados a causas que afetam toda a população, com o interesse de assegurar o direito de cidadania, como por exemplo as cotas para as universidades ou programas para pessoas com baixa renda, como o Bolsa Família.

Já a política de saúde mental é um meio de ajudar pessoas com algum tipo de transtorno mental. Essa ajuda se dá por meio de programas para ressocialização, formas de interação família-paciente, tudo isso com a lógica de que a melhor forma de ajudar uma pessoa nessa situação não isolando-a, é tornando-a parte da sociedade novamente, mesmo após longos períodos de internação.

Um profissional da saúde pode ser essa ponte para um novo ciclo que está por vir na vida dessa pessoa, por isso, estar qualificado é importante. As regras para as políticas de saúde mental sempre estão sofrendo alterações, as formas de se trabalhar nessa área também.

Pensando nisso, o PSICOLOG criou o curso “Para compreender a política de saúde mental: atualidades, desafios e recursos”, curso que terá quatro encontros, onde serão discutidos toda a história das políticas de saúde mental, as novidades na área de pesquisa, as novas regras, o que um profissional da área da saúde pode ou não fazer e como estão as políticas em âmbito nacional e regional, com ênfase na cidade de Ribeirão Preto e região.

Os encontros acontecerão nos dias 05, 12, 19 e 26 de setembro, das 19h às 22h. Ficou interessado no curso? Então fique sabendo que as inscrições já estão abertas e que os alunos que se matricularem até o dia 22 de agosto o investimento será de R$497, sendo que o valor pode ser parcelado. As inscrições devem ser realizadas no site do PSICOLOG.