É necessário estar capacitado para atender crianças vítimas de abuso sexual

O termo abuso sexual é utilizado de forma ampla para categorizar atos de violação sexual em que não há consentimento da outra parte. Existe uma lei (Lei 12.015/2009) que protege essas vítimas.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a maior parte das vítimas de estupro é constituída de crianças e adolescentes, em torno de 70% dos casos denunciados. Na maioria desses casos, o agressor é um membro da família da vítima.

Essa dado é assustador, pois há pouco tempo não se falava no assunto e muitas pessoas sequer denunciavam os agressores (muitas vítimas tem medo do julgamento).

Em crianças e adolescentes esse medo de denunciar é ainda maior (por medo da reação dos pais e/ou por serem inocentes demais para entender o que está acontecendo), mas, quando denunciado, a questão mais importante é: a criança/adolescente precisa passar por acompanhamento psicológico para tentar amenizar os traumas.

Para isso o psicólogo precisa estar preparado para atender esse tipo de ocorrência, pois é um assunto delicado que pode trazer traumas para a vida toda.

Pensando nisso, o PSICOLOG criou o curso "Terapia Cognitivo-Comportamental para Crianças e Adolescentes Vítimas de Abuso Sexual", curso com duração de duas noites.

As aulas acontecerão nos dias 02 e 04 de dezembro, das 19h30 às 22h30. O investimento é de R$239 e esse valor pode ser parcelado. As inscrições podem ser realizadas no site do PSICOLOG.